Itá terá a iluminação pública 100% em LED

Administração 01.04 09h00 - Novo projeto vai trocar as demais luminárias, contemplando toda a cidade

A cidade de Itá vai ter, em breve, a iluminação pública totalmente modernizada. Todas as lâmpadas de vapor de mercúrio e sódio, que geram maiores custos e não são tão eficientes na iluminação, serão substituídas pelas modernas lâmpadas de LED.

Isso é fruto de dois projetos da Prefeitura de Itá. O primeiro já está concluído e trocou quase 700 luminárias, contemplando 60% da cidade. O segundo projeto, que começou a ser executado nesta semana, vai trocar mais 520 lâmpadas até o final do ano e assim Itá terá 100% da iluminação pública em LED.

“Em 2017 elaboramos um projeto, nos cadastramos no edital de chamada pública da CELESC e fomos contemplados, através do Programa de Eficiência Energética, com a troca da iluminação de parte da cidade. Contudo, como a nossa intenção era beneficiar todas as ruas da cidade, fizemos um novo projeto, apresentamos na nova chamada pública e fomos novamente contemplados. Então 100% da cidade de Itá será beneficiada com uma moderna iluminação”, comemora o prefeito Jairo Sartoretto.

Para tornar a iluminação pública de Itá 100% em LED, tornando o único município de Santa Catarina a ter esse status, o investimento vai chegar a R$ 1,3 milhão, com recursos da CELESC e da Prefeitura de Itá.

A nova iluminação vai tornar a cidade ainda mais bonita e muito mais iluminada. Além disso, vai gerar economia aos cofres públicos. Além de tudo isso, vai aumentar a segurança para quem transita pelas ruas de Itá.

 

Lâmpadas de LED

As novas lâmpadas de LED são o que existe de mais moderno em matéria de iluminação pública em todo o mundo. Elas proporcionam um enorme ganho na intensidade da iluminação, reduzem os custos de manutenção da rede e também da conta de energia do município, além de contribuírem para a preservação do meio ambiente.

Outra vantagem das luminárias de LED em relação as de vapor de sódio e mercúrio é a durabilidade do produto. Enquanto as lâmpadas antigas duram no máximo 16 mil horas, as de LED permanecem em operação por pelo menos 50 mil horas, ou seja, três vezes mais.