Consultas com especialistas são oferecidas gratuitamente

Saúde 30.05 08h50 - Mais de mil itaenses são atendidos por especialistas em 2019, através da Saúde de Itá

Somente neste ano, de 01 de janeiro até a primeira quinzena deste mês de maio, mais de mil itaenses foram encaminhados para consultas com especialistas através da Secretaria de Saúde de Itá. Os investimentos por parte da Prefeitura ultrapassam os R$ 70 mil e tem o objetivo de oferecer os melhores tratamentos de saúde para os itaenses.

As ações que estão permitindo os encaminhamentos dos itaenses para diversos especialistas, gratuitamente através dos consórcios da saúde da região, são custeadas pelo próprio município. “Para se ter uma idéia da economia, enquanto uma consulta com especialista varia de R$ 150,00 até R$ 500,00 em consultórios particulares, quando contratado pelos consórcios Cisamauc e/ou Cisamosc, este valor é reduzido para R$ 65,00 pelo mesmo atendimento, o que permite economia e melhor gestão do dinheiro público”, explica o Secretário de Saúde de Itá, Darci Kolakowski.

Somente nos primeiros meses deste ano, que compreende de janeiro até o dia 16 de maio, foram realizadas 405 consultas pelo consórcio Cisamauc e 700 pelo Cisamosc, totalizando neste período o total de 1.105 itaenses atendidos. Dentre os especialistas credenciados pelos consórcios, os mais procurados foram a Oftalmologia (220), Cardiologia (129), Ortopedia (112), Psiquiatria (88) e Ginecologia (41).

O secretário Municipal de Saúde destaca que este resultado é devido a organização e comprometimento de toda uma equipe de profissionais da Saúde. “Se o valor de todas as 1.105 consultas fosse pago numa média de R$ 250,00, o total desembolsado pelos nossos pacientes alcançaria R$ 276.250,00, sendo que custou aos cofres públicos municipais R$ 71.825,00. Esta economia foi revertida em atendimento para mais pessoas, isso é gestão pública com responsabilidade”, exemplifica ele.

Para o Prefeito em Exercício, Domingos Rodrigues dos Santos, atender a população, especialmente na área da saúde, é um dever de todos os gestores. “Com a economia realizada permitiu-se atender mais pessoas no seu tratamento de saúde, de forma gratuita”, pontua ele.

Além destes atendimentos bancados pelo município, também foram encaminhados diversos pacientes para especialistas disponibilizados pelo governo do estado através das PPI - Programação Pactuada Integrada de Assistência Ambulatorial e pelos serviços de emergências.