Iluminação em LED de Itá gera economia de até 60% na conta de luz

Administração 30.07 09h30 - Em breve Itá vai se tornar a primeira cidade catarinense com iluminação pública 100% LED

O município de Itá entrou na segunda fase do projeto PEE Celesc/ANEEL para se tornar a primeira cidade catarinense com iluminação pública 100% LED. A troca das lâmpadas de vapor de mercúrio e sódio por uma tecnologia mais moderna garantirá economia de até 60% na conta de luz da cidade, além de reduzir os custos de manutenção a longo prazo.

“As prefeituras estão preocupadas em modernizar o sistema, melhorar a qualidade da iluminação e também economizar. A tecnologia LED tem todos estes benefícios”, completa Gilberto Vieira Filho, presidente da Quantum Engenharia, empresa que executa os projetos.

Na primeira etapa, 700 luminárias foram substituídas – esse valor é equivalente a 60% da cidade. Agora, até o fim de 2019, o mesmo ocorrerá com mais 553 lâmpadas. De acordo com a Prefeitura, o processo é financiado pelo Programa de Eficiência Energética da Celesc/ANEEL, com contrapartida do município.

 

Resulta aldoscançados 

De acordo com a Quantum Engenharia, a nova iluminação pública de Itá gera uma redução no consumo de energia de 57%. Por ano, isso corresponde a 295 MWh de energia economizada e a quase R$ 200 mil de recursos economizados.

“A economia anual alcançada equivale ao consumo de 120 residências durante todo o ano, isso significa o mesmo que evitar 40 toneladas de CO2 na atmosfera ou ao plantio de 240 árvores”, diz os dados da empresa.

 

Preocupação com os custos e a sustentabilidade

A cidade catarinense segue uma tendência. A redução de custos e a preocupação com sustentabilidade têm gerado mudanças na iluminação pública no Brasil. De acordo com o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), desde o ano 2000, mais de 2,78 milhões de pontos de iluminação pública, em aproximadamente 1,3 mil municípios do país, foram substituídos por modelos mais eficientes. O uso de uma tecnologia mais moderna, como o LED, ampliou o aproveitamento de áreas de lazer, tornou ruas e tráfego mais seguros e valorizou monumentos e prédios públicos em diferentes cidades do Brasil.

A tecnologia LED supera em até três vezes a vida útil das lâmpadas de descarga convencionais. Além disso, proporciona substancial aumento do conforto e percepção visual sem poluir o meio ambiente, pois não possui mercúrio na composição.